Você soube do furdunço que teve semana passada em relação às operadoras de celular, certo? Três das 4 maiores operadoras do país foram notificadas e ficaram proibidas de comercializar chips e oferecer novos serviços, enquanto não melhorarem os serviços.
Bem, a única operadora que não foi afetada foi a operadora Vivo, que não só utilizou o momento para usar de jogada de marketing mostrando que é uma operadora que não apresenta “problemas” , como aproveitou o momento para apresentar sua parceria com o PayPal .
Se você já comprou em sites, como o “
Ebay”, sabe que o PayPal, é um site de pagamentos de abrangência mundial. Com essa parceria o usuário da Vivo poderá carregar créditos para sua conta, sem auxílio da internet.
O serviço usa a tecnologia USSD e os dados são transmitidos como em uma chamada de voz. O cliente se cadastra a partir do telefone, vincula a uma conta do PayPal e pode realizar transações como a compra de crédito para celulares pré-pagos ou outros tipos de pagamento.

A operadora ressaltou que, por não exigir um smartphone, o serviço é praticamente universal – atualmente apenas cerca de 0,5% dos usuários da Vivo não usa celulares GSM. “Temos 255 milhões de celulares no Brasil e apenas 14% são smartphones”, destacou Christian Gebara, diretor-executivo da Vivo.
Entrando na rabeira também, a Pagsegugro , do grupo UOL, pretende lançar em setembro um aplicativo que transforma dispositivos móveis em POS. O serviço funcionará em aparelhos equipados com sistemas operacionais iOS, Android, Symbian, Meego e Windows Phone.
Bem, em tempos de informatização acelerada, a tecnologia dos aparelhos de celulares anda a galope.